Coimbra não consegue organizar jogos universitários europeus de 2016

O Sexo e a Cidade sabe que Coimbra não vai organizar os jogos Europeus de Desporto Universitário de 2016. Os EUSA Games vão para Zagreb.  A Associação Europeia do Desporto Universitário preferiu os croatas. Derrota em toda  a linha da UC, AAC e CMC. Na hora de apanhar  canas, o resultado que fica para a história é Zagreb 1 – Coimbra 0. O resto são foguetes. Quer sirva de lição. 

Act:

O presidente da AAC já reagiu através de mensagem no Facebook, partilhada para o Secretário de Estado do Desporto e o Reitor da Universidade de Coimbra:

“Zagreb/Rijeka serão as Cidades anfitriãs dos EUSA Games 2016. Em tudo na vida, umas vezes ganhamos outras perdemos. Da minha parte fica a certeza absoluta que fomos os melhores, que envolvemos a Cidade a UC e o País num projecto que nasceu na AAC como nunca antes aconteceu, e um sentimento de que a geopolitica se sobrepôs ao que realmente importava nesta escolha – o desporto, o compromisso, o legado, o mérito e os estudantes. Obrigado a todos os que ao longo do ultimo ano deram o tudo por tudo para termos chegado aqui. A derrota é amarga, mas o caminho, esse continua e novos desafios irão de certo aparecer. Parabéns também a FADU por ter acreditado e merecido esta candidatura”.

Act2:

O Presidente da Câmara de Coimbra manifesta o seu desagrado através de comunicado:

“Esta foi uma candidatura que, como nunca antes, uniu a academia, a cidade e o país. Infelizmente, apesar da grande qualidade da proposta, unanimemente reconhecida, e apesar do empenhamento e do compromisso de todos os parceiros (PR, Governo, CMC, Federação do Desporto Universitário e AAC), o comité executivo da EUSA acabou por escolher Zagreb, acolhendo o argumento geo-político: os dois primeiros Games foram a Ocidente, Córdoba e Roterdão, e agora serão a Oriente. A frustração foi grande na comitiva
portuguesa que acreditou até ao fim que a proposta de Coimbra era a melhor das duas em presença e que essa qualidade acabaria por vingar. Quero, em nome pessoal e em nome de Coimbra, agradecer o grande empenho e o excelente trabalho, sobretudo da AAC e do seu presidente, Ricardo Morgado.”


Notícias Recentes